Casas sustentáveis: conheça a tendência do futuro

Quando o assunto é proteção ambiental, as casas sustentáveis ou casas ecológicas são a tendência para um futuro bem próximo. As casas sustentáveis são projetadas com a finalidade de não impactar negativamente o meio ambiente e de economizar os recursos da natureza. Este tipo de casa garante o conforto de seus moradores e colaboram para o futuro das próximas gerações.

O conceito de casa sustentável já é uma realidade nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. Apesar de ainda caminhar em passos mais lentos no Brasil. A arquitetura bioclimática, a qual preconiza o uso de elementos naturais. Para regular a temperatura dos ambientes, descartando, assim, o uso de gases e outros combustíveis poluentes, está presente em todos os projetos modernos.

Mas, afinal, você sabe o que difere uma casa tradicional de uma sustentável? Nós explicamos para você. Acompanhe.

Principais atributos da casa sustentável

O objetivo de se construir uma casa sustentável é permitir uma redução significativa da geração de poluentes. Tanto do ar e da contaminação do solo, que também atinge os lençóis freáticos, produzindo a contaminação da água. A casa sustentável também tem a finalidade de evitar o desperdício de materiais.

A diferença entre uma casa tradicional e uma sustentável já começa com o material com a qual ela é construída. Toda a madeira utilizada é legal e possui certificado de origem, ou seja, não contribui para o desmatamento. Aliás, todo o material empregado na construção é reutilizável e reciclável.

Outro ponto importante é que os sistemas elétrico e hidráulico das casas sustentáveis são projetados para que haja economia e o uso inteligente de água e energia elétrica. Há um sistema de captação de água da chuva para uso dos moradores. E a casa é posicionada de modo a tirar o máximo de proveito possível da luz do sol, diminuindo o consumo de lâmpadas elétricas.

Além disso, um sistema de aquecimento solar também é instalado. Aliás, todo um sistema térmico com o objetivo de reduzir o uso de ar condicionado. Isso é implantado utilizando uma área vegetal no interior da casa para equilibrar a temperatura e deixar um clima agradável nos dias mais quentes do ano.

O custo de uma casa sustentável

O projeto de uma casa sustentável tem basicamente o mesmo custo de um projeto de uma casa tradicional. Dependendo do projeto e dos sistemas de economia de recursos naturais. O custo pode ser até um pouco mais elevado, pois demanda mão-de-obra especializada para que tudo seja feito em conformidade com o projeto.

No entanto, em curto e médio prazo, a economia que uma casa sustentável gera promove um retorno rápido. Muito mais vantajoso do que o investimento em uma casa tradicional. Portanto, é um caso em que a relação custo e benefício tende a ser muito positiva. Todos saem ganhando: os moradores e o meio ambiente.

É preciso levar em consideração que nos dias atuais, qualquer projeto de arquitetura deve se atentar aos fatores ambientais ao criar soluções para suprir as demandas de habitação. Não apenas o conforto, como a qualidade de vida dos moradores e de toda a comunidade em que estão inseridos recebem os benefícios de uma casa sustentável.